Trolling na Internet: como proteger sua saúde mental online

Trolling na Internet: na melhor das hipóteses, é uma forma irônica de expressar desacordo. Na pior das hipóteses, é uma maneira de quebrar a identidade online de alguém.

Trolling na InternetTrolling na Internet: na melhor das hipóteses, é uma forma irônica de expressar desacordo. Na pior das hipóteses, é uma maneira de quebrar a identidade online de alguém por meio do uso de insultos e ameaças explícitas. Se não estamos nos sentindo psicologicamente fortes, como podemos nos proteger quando estamos online?

O que é trollagem na Internet?



O trolling pode cobrir muitas áreas diferentes de comunicação, como humor subversivo, campanhas contínuas e ataques pessoais. Embora algumas formas de trollagem sejam projetadas para fazer declarações inteligentes sobre questões atuais (por exemplo, debates políticos), outras formas podem ser muito mais prejudiciais em um nível pessoal.

Ser pessoalmente atacado por um troll significa ser insultado, degradado ou desrespeitado pelas coisas que você posta online. Às vezes, esse tipo de trolling é conhecido comoassédio onlineoucyber-bullying. Embora o cyberbullying seja mais comum entre os jovens, qualquer pessoa pode ser vítima de trolling na Internet.

Os meios pelos quais o trolling da Internet pode nos afetar

2e niños

A Internet é um lugar onde todos os tipos de questões podem ser discutidos por meio de uma variedade de canais abertos. Você pode opinar sobre questões políticas em um fórum de mensagens ou postar sobre o seu dia em um blog. Você pode conversar com amigos, conhecer estranhos e se expressar de forma criativa. No entanto, sempre que você publica algo online, nem sempre você sabe quem vai ler e responder. As formas de ataque de trolls da Internet podem incluir:

  • Comentando em blogs
  • Postagem de comentários em sites de mídia social
  • Publicação de mensagens em fóruns da Internet
  • Envio de mensagens privadas por meio de sites ou obtenção de um endereço de e-mail pessoal
  • Criação de páginas da web para simular um problema específico (por exemplo, usando um grupo do Facebook ou blog)

Vale lembrar que enviar comunicações indecentes, fazer ameaças ou monitorar uma pessoa pelo uso da internet (cyber-stalking) são crimes passíveis de denúncia à polícia. Se você se sentir ameaçado enquanto estiver online, vale a pena buscar aconselhamento jurídico sobre as próximas etapas para lidar com isso.

Como nos sentimos ao responder aos trolls?

Mesmo se sua experiência de trollagem for uma ocorrência única e não houver necessidade de ser relatada, pode ser desagradável lidar com comentários e mensagens online que parecem ser deliberadamente antagônicos. Como a internet oferece anonimato, pode ser fácil as discussões esquentarem rapidamente e as pessoas fazerem comentários pessoais que não fariam na vida real.

Quando confrontados com uma mensagem ou comentário que tenta denegrir nossa inteligência, auto-estima ou valor como seres humanos, nossos sentimentos podem ser complexos. Podemos ficar furiosos porque alguém está falando conosco dessa maneira ou ficar chateados porque aparentemente estamos sob ataque. Podemos sentir efeitos físicos como resultado da leitura de um comentário irritante, como batimento cardíaco acelerado ou suor frio. Às vezes podemos sentir ou como resultado do ataque.

Lidar com esses sentimentos é um primeiro passo importante para saber como abordar os trolls da Internet. Já foi dito que os trolls procuram apenas irritar as pessoas e, uma vez que tenham alcançado esse objetivo, sentirão que ‘venceram’. No entanto, é completamente compreensível que um ataque online nos faça sentir chateados ou afrontados, especialmente se envolver comentários de natureza pessoal. Isso não significa que você 'perdeu' o sentimento, apenas que algo lógico aconteceu. É o que você escolhe fazer com sua reação que permitirá que você siga em frente.

Como proteger sua saúde mental ao lidar com trolls

  • ‘Não alimente os trolls’ é uma frase popular usada online. Significando 'ignore-os e eles irão embora', pode valer a pena prestar atenção a esta frase quando confrontado com uma situação da qual você não precisa fazer parte. Se você está envolvido em uma discussão acalorada com alguém que parece deliberadamente antagônico, pode deixar para lá? Quais seriam as consequências de ir embora?
  • Muitos sites e plataformas de mídia social têm opções para relatar comportamento abusivo. Não há problema em usá-los ou denunciar ataques graves à polícia, se necessário.
  • Aceite como você se sente. Não é bom ser trollado e é compreensível ficar com raiva ou chateado. Pressionar a si mesmo para ignorar comentários desagradáveis ​​pode fazer você se sentir pior no longo prazo. Depois de aceitar o que aconteceu, será mais fácil tirar o incidente da sua mente porque ele não é mais digno de sua atenção.
  • Muitos trolls estão tentando obter uma reação porque estão infelizes. Isso não desculpa o comportamento deles, mas pode ajudá-lo a ver que os comentários deles são mais sobre eles do que sobre você.
  • Se você tem um blog, página do Facebook ou outro espaço público para compartilhar suas ideias, pode usar os controles de privacidade para ajudá-lo a escolher quem pode ou não ver seu conteúdo. Você também pode desativar as opções de comentários e fazer com que apenas algumas pessoas possam enviar mensagens para você.

Você ou alguém que conhece já foi alvo de trollagem ou cyber-bullying? Se sim, como você conseguiu isso?